Vários estudos investigam se as plantas crucíferas podem prevenir o câncer. E como explicado pelo Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos, foi demonstrado que indóis e isotiocianatos inibem a formação de câncer em vários órgãos. Embora os experimentos até agora tenham sido feitos em animais e em células cultivadas em laboratório, a verdade é que esses compostos foram identificados como capazes de prevenir o câncer. Antes de olhar para as propriedades e benefícios dessas plantas, vamos explicar o que são.

plantas crucíferas saudáveis

O que são plantas crucíferas?

São plantas da família Brassicaceae, também conhecidas como plantas crucíferas ou amplamente conhecidas como vegetais de inverno. Essas plantas incluem, sendo as mais populares: rúcula, couve de Bruxelas, repolho, wasabi, rábano, couve, bok choy, rabanete, repolho, nabo, couve-flor e agrião. Quando cozidos e consumidos, os glucosinolatos presentes nessas plantas se decompõem para formar compostos biologicamente ativos, como indóis, nitrilas, tiocianatos e isotiocianatos. Como mencionamos, indóis e isotiocianatos foram identificados como nutrientes que podem prevenir o câncer.

prato de legumes verdes

Por que incluir esses vegetais em sua dieta?

Embora todos conheçamos os benefícios de incluir frutas e vegetais em nossa dieta. É muito importante que tenhamos uma alimentação saudável e equilibrada, independentemente de sofrermos ou não de alguma doença. Lembre-se que não há nada melhor do que a prevenção precoce, com a qual se tenta ter uma alimentação equilibrada e um estilo de vida o mais saudável possível. Mas, para ser mais específico, a relação entre a cura do câncer e as propriedades dessas plantas, vamos ver alguns de seus benefícios.

principais vegetais saudáveis

  • Ajudar a proteger as células contra danos no DNA
  • Eles têm efeitos antivirais, antibacterianos e anti-inflamatórios
  • Induzir a morte celular (apoptose)
  • Inibir a formação de vasos sanguíneos tumorais e a migração de células tumorais
  • Resultados de estudos em diferentes tipos de câncer

Estudos mostraram alguma associação entre menor risco de câncer e consumo de plantas crucíferas, mas lembre-se de que esses estudos em humanos deram resultados mistos ou inconsistentes. Vejamos alguns exemplos.

plantas crucíferas

Câncer colorretal

Um estudo na Holanda descobriu que mulheres (excluindo homens) que consumiam grandes quantidades de plantas crucíferas tinham um risco menor de câncer de cor (mas não retal).

Câncer de próstata

Neste caso, pouca ou nenhuma relação foi encontrada com o risco de câncer de próstata. Mas, em alguns estudos de caso-controle, um risco menor de câncer de próstata foi encontrado em pessoas que comiam mais plantas crucíferas.

câncer de mama

Assim como os anteriores, inúmeros estudos mostraram que existe uma relação entre o maior consumo desse tipo de planta e o menor risco de câncer de mama.

Cancer de pulmão

Numerosos estudos foram feitos, incluindo estudos realizados na Holanda, Estados Unidos e Europa, mas tiveram resultados mistos. A maioria deles não esclareceu se existe uma relação direta entre o consumo dessas plantas saudáveis ​​e o menor risco de câncer de pulmão. No entanto, um estudo realizado nos Estados Unidos indicou que mulheres que consumiam mais de 5 porções desses vegetais por semana apresentavam menor risco de câncer de pulmão.

dieta saudável

O que está mais do que comprovado é que essas plantas possuem uma enorme quantidade de nutrientes. E para ser mais exato, eles contêm vários carotenóides, vitaminas C, E e K, folato e minerais. Além disso, são uma ótima fonte de fibra.

A inclusão dessas plantas crucíferas comestíveis em nossa dieta nos ajudará a ter uma alimentação saudável e equilibrada, além de nos proporcionar inúmeros benefícios. Recomendamos estes 10 vegetais crucíferos para incluir na sua dieta;

vegetais saudáveis ​​previnem o câncer

Rúcula: Seu sabor levemente picante o torna o ingrediente perfeito para muitas receitas italianas e saladas elaboradas.

Brócolis: Ambos os caules e suas florzinhas são comestíveis.

Couves de Bruxelas: São uma ótima fonte de fibra alimentar e folato.

Repolho: ambos pálidos, avermelhados e com textura ondulada. Você pode consumi-lo cru, cozido ou fermentado.

Couve-flor: Existem diferentes variedades e muitas maneiras de preparar a couve-flor.

Couve: É a rainha da vitamina K

Folhas de mostarda: são muito ricas em vitaminas A, C e K. Você pode refogá-las com azeite, sal e pimenta, pois têm um sabor muito forte.

Rabanete: vermelho, branco ou preto. Podem ser consumidos crus como complemento ideal das nossas saladas.

Nabo: é um dos vegetais mais saudáveis ​​que existe. Para aumentar ainda mais o efeito saudável, tente comprar nabos com as folhas ainda presas.