Falamos sobre os curingas do descanso. Podemos encontrá-los em uma poltrona, em uma cadeira de balanço, em cadeiras ou até mesmo nos assentos de um voo de longa duração. Mas queremos que você conheça os meandros de como colocar as almofadas na cama, um dos móveis em que mais costumamos vê-las.

E é que manter a ordem na nossa cama é essencial para podermos ter um bom descanso. Existem rotinas que nos ensinam até a arrumar o quarto, inclusive as almofadas, em apenas 30 minutos. Mas hoje vamos cuidar desses pequenos aliados do sono.

decorar a cama

As almofadas como protagonistas

Uma primeira ideia de como colocar as almofadas na cama é dar a elas todo o destaque. Para isso devemos ter escolhido algumas almofadas grandes, que colocaremos logo antes das almofadas. É fundamental que sejam grandes para concorrer ao papel de cama.

almofadas como coadjuvantes

Agora vamos com a outra opção. Se não queremos dar tanta importância às almofadas, o melhor é comprar as mais pequenas.

O importante é saber como colocá-los dependendo do número que temos. Com quatro, podemos colocar dois e dois de cada lado. Com 3, uma no centro e duas nas laterais. Com dois, um de cada lado. Simples, certo?

combinando com a roupa de cama

É muito importante não só a colocação, mas o estilo das almofadas. Vão estar diretamente relacionados com a roupa de cama, por isso é muito melhor que a acompanhem.

Também pode ser que você queira dar um toque disruptivo ao seu local de descanso. Nesse caso, você pode escolher uma opção totalmente diferente para a sua roupa de cama.

nunca atrás dos travesseiros

Isso parece muito óbvio, mas é fundamental que as almofadas venham antes dos travesseiros. Mais do que utilidade, o que se busca com as almofadas é dar elegância aos nossos colchão de molas ensacadas ou nosso futon de casamento.

Por isso, é fundamental que estejam bem visíveis, num local onde quem as veja diga a frase: “que bom que são aquelas almofadas da cama”.

Travesseiros e almofadas sempre para cima

Outro aspecto a ter em conta na combinação almofada-travesseiro é que ambos estão na posição vertical. Desta forma, poderemos expor a maior parte da cama vazia, que contrastará luxuosamente com o relevo criado pelas almofadas e travesseiros.

A manta ao pé da cama, o complemento ideal

Você pode não ter pensado nisso, mas um cobertor no pé da cama é sempre um item útil caso passemos frio à noite. E não só, pode ser um complemento decorativo ideal para acompanhar as suas almofadas. Especialmente se o tecido combinar com o resto da cama.

Onde vamos deixá-los durante a noite?

Quando vamos dormir costuma surgir um conflito com as almofadas, onde as deixamos? Jogar no chão não é uma opção, pois ali podem acumular poeira e ácaros que nos fazem espirrar na próxima vez que usarmos as almofadas.

Uma boa opção é ter um cesto perto da cama para guardar as almofadas quando formos dormir.

Por outro lado, se tivermos um estrado tipo canapé, a solução está no tabuleiro inferior.

número é essencial

A quantidade de almofadas que colocarmos na cama determinará como devemos colocá-las. Com apenas uma almofada, a solução é fácil. Mas o que acontece quando temos 4 ou 5? O melhor é sempre buscar a simetria, pois ela dará um toque uniforme à sua têmpora dos sonhos.

Por outro lado, saiba também que um espaço saturado de almofadas pode ser fatal para a decoração do seu quarto. Melhores poucos, mas com muito estilo.

tons e luz

Os tons das nossas almofadas são muito importantes. Enquanto os tons claros darão mais luz à nossa cama, os tons escuros procuram dar ao conjunto uma maior solenidade. Portanto, pense bem antes de invadir sua cama com esses travesseirinhos.

Como colocar as almofadas na cama dependerá de você no último momento. Lembre-se que o mais importante é o conforto na hora de dormir. Boa noite!