o estilo nórdico Surgiu no início do século XX nos países do norte da Europa (Finlândia, Noruega, Suécia e Dinamarca), zona onde a luz natural é escassa e os invernos são rigorosos e longos.

Por isso, a principal característica da decoração nórdica é a busca por ambientes acolhedores, luminosos e abertos. A natureza se torna a protagonista.

Nessa tendência, a cor não deve manchar ou distrair, por isso tons neutros como branco e nus São indicados para coloração.

Damos-lhe alguns truques fáceis sobre como usar a cor, a luz e o espaço com base no estilo decorativo nórdico e no hyggearte dinamarquesa, para alcançar a felicidade.

O diretor do Copenhagen Institute of Happiness, Meik Wiking, nos ajuda com seu novo livro: Casa Hyggecomo fazer da sua casa um espaço feliz (Editorial Libros Cúpula).

Para alcançar essa sensação de bem-estar e conforto e melhorar nossa qualidade de vida, a arquitetura, a decoração, o mobiliário, a iluminação… podem nos ajudar.

O ESTILO NÓRDICO, CHAVES PARA CRIAR UM LAR MAIS FELIZ

estilo nórdico

Estes são alguns dos fundamentos que Meik Wiking recolhe no livro para aumentar a agradável sensação de viver na nossa casa.

TRAGA A LUZ DO SOL

Estilo nórdico em apartamento

Vindo de um país nórdico onde as horas do dia são escassas durante grande parte do ano, é natural que o sol seja o bem mais precioso de uma casa. Localização, localização, localização, diz Wiking.

E iluminação. Acompanhar a trajetória do sol, buscar a melhor orientação para aproveitá-lo é a chave: o escritório onde você trabalha deve ser por onde a luz entra pela manhã; a mesa para almoços e jantares aproveitando o sol da tarde…

Cozinha

E elimine também os elementos que atrapalham sua entrada: plantas, cortinas, móveis que bloqueiam as janelas. E paredes e espelhos brancos que o refletem e prolongam a sua ação benéfica nos quartos e corredores. “Comporte-se como um gato. Se houver um raio de luz, sente-se ali”, aconselha.

DÁ UM TOQUE DE LUZ ARTIFICIAL

Receptor

O padrão temporal é como usar as luzes em diferentes momentos do dia.
O padrão espacial leva-nos a escolher uma ou outra luz em função da função de uma determinada divisão. Mais branco ou mais claro em um escritório ou cozinha, mais escuro na sala de estar.

O espectro de luz e o nível de luz também são importantes. Às vezes uma divisão tem funções diferentes e um candeeiro que no escritório é perfeito para jantar ou tomar um vinho, não dá luz suficiente para lavar a loiça mais tarde. É por isso que é conveniente misturar diferentes lâmpadas e tipos de luzes, criando os chamados cantos ou “ilhas de luz”.

O ESTILO NÓRDICO ADICIONA ESPAÇO

estilo escandinavo

Estudos realizados pelo Instituto da Felicidade mostram que o número de metros quadrados influencia menos do que a percepção do espaço na satisfação que algumas pessoas têm com suas casas.

Uma casa grande pode parecer bagunçada e pequena, enquanto uma menor pode parecer espaçosa. O que importa não é o tamanho real da casa, mas a sensação subjetiva de amplitude que estar em um determinado espaço da casa nos dá.

UMA VIDA SIMPLES, COM SENTIDO

Estilo nórdico em casa

O estilo nórdico na decoração de interiores é justamente viver bem com pouco. Evite guardar coisas. Mas também não é um minimalismo extremo que dá uma sensação de frieza ou vazio na casa.

“As plantas dão vida. Os livros permitem a exploração e a contemplação. Os tapetes e pinturas adicionam calor e textura…”. Trata-se de aplicar a escala humana.

ENVOLVA-SE COM A NATUREZA

Quarto

Um espaço ao ar livre na cidade é um tesouro. Mesmo que seja um terraço mínimo com alguns vasos que protegem a área. E se não puder, pelo menos tem que ter uma variedade de plantas de interior nos quartos.

Existem estudos convincentes, diz o autor, mostrando que, em hospitais, ver cenas de espaços verdes ou naturais pode reduzir a dor e o estresse, ajudando o sistema imunológico.

NA NORDIC STYLE VOCÊ APROVEITA O PROCESSO

Sala de estar

No hygge calma é fundamental. E entenda que a felicidade não precisa ter um preço. Você pode viver uma boa vida com qualquer orçamento que tenha.

Por exemplo, saber que a despensa e a geladeira estão bem abastecidas com conservas e compotas caseiras e que há lenha suficiente no depósito para manter a lareira acesa durante todo o inverno é muito tranquilo.

Desperdício de comida não é hygge. Acumulação também não.

ENCHER A CASA… DE PESSOAS

Sala de jantar

Para ter uma vida feliz não basta estar tranquilo e seguro: precisamos dos outros: amor, relacionamentos, autoestima e autorrealização.

Uma casa não são quatro paredes e um teto, são as pessoas que a habitam. A mesa é o lugar que conecta você com seus entes queridos, onde você fala sobre o bem e o mal, onde você desfruta de momentos de qualidade.

E uma ideia: “Que sempre haja um lugar livre na mesa, para que um novato possa entrar no grupo.”