É muito comum que, ao começar a se envolver em um hobby criativo desse tipo, você cometa alguns erros. É parte do processo de aprendizagem e é bom que você saiba que todos nós os comprometemos em algum ponto e que eles têm solução fácil . Neste post vou mostrar os 5 erros comuns do crochê (que também cometi) e como resolvê-los.

1. LADOS IRREGULARES

Quando tricotamos em uma peça quadrada ou retangular, na qual não estamos fazendo diminuições ou acréscimos, ou seja, queremos que os lados sejam retos e iguais, um erro comum é não estarmos fazendo este resultado obtenção, para que percebamos que o trabalho fica com lados irregulares.

Para resolver isso, é melhor saber exatamente onde e como devemos iniciar o primeiro ponto de cada rodada :

Começamos cada carreira com pontos de corrente: normalmente 1 ou 2 se fizermos pontos baixos simples, 2 se fizermos pontos altos médios e 3 se fizermos pontos altos duplos.

Estas correntes iniciais contarão como o primeiro ponto e devem coincidir com o último ponto da volta anterior.

O segundo ponto coincidirá então com o penúltimo ponto da volta anterior.

Termine a carreira tricotando o último ponto na última corrente da (s) corrente (s) ascendente (s) da carreira. elta acima.

2. TRABALHE MUITO JUSTO OU MUITO FRACO

Este é um erro muito típico e muito normal quando começamos no mundo do crochê. Não desanime, porque pode ser resolvido com prática até que você aprenda a fazer os pontos automaticamente.

Se você apertar demais os pontos, descobrirá que é difícil inserir e deslizar a agulha. Experimente tricotar com uma agulha mais grossa. Por exemplo, se você está tricotando com um número 3, tente 3,5 ou até 4.

Se, por outro lado, você tem pontos muito soltos, com muito espaço entre eles, tente usar uma agulha de tamanho menor.

3. TRABALHO QUE SE ESTREIA OU ESTREITA

Um erro muito comum, e que até para mim hoje ainda acontece quando eu ando um pouco esquecido. O que poderia ter acontecido é que você acidentalmente tricotou alguns pontos mais ou menos .

A solução é muito simples, conte os pontos no final de cada rodada, então você você terá os mesmos pontos e não terá que desfazer várias carreiras.

4. CORRENTE GIRADA

No trabalho circular, muitas vezes precisamos fazer uma corrente de certos pontos que depois uniremos para continuar tricotando em círculo. Um erro comum é quando tricotamos na segunda rodada, nas correntes, percebemos que temos parte dessa corrente virada e as voltamos para trás, com o que teríamos que desfazer.

O importante aqui é saber distinguir entre uma cadeia direita e uma cadeia reversa.


Reverso

Tendo isso claro, e para que não giremos, há um truque simples. Assim que tivermos o número de correntes que desejamos, colocaremos a corrente entre o polegar e o indicador (com a corrente voltada para nós) e, quando chegarmos ao fim, faremos um ponto baixíssimo. A partir daí continuaremos a tecer normalmente.

5. TECIDO CIRCULAR RODADO

É muito provável que isso te tenha acontecido, porque acontece até nas melhores casas. É que quando tricotamos uma peça em círculo, seja a base de um saco redondo, ou de um tapete redondo, por exemplo, percebemos que quando carregamos várias rodadas começamos a virar ou ondular a peça. [19659016] Várias coisas podem acontecer:

Que você está apertando muito os pontos, com o que, recomendo que você afrouxe ou use uma agulha mais grossa .

Que você não está contando bem os pontos e você está fazendo mais pontos ou aumentos onde eles não se tocam, então verifique sempre que terminar uma volta.


 crochê circular

Bem, aqui estão minhas dicas para corrigir esses pequenos erros que às vezes comentamos sobre o crochê. O importante é perceber e saber localizá-los . O positivo é que no crochê quase tudo tem solução, e com a prática isso acontecerá cada vez menos. Em qualquer caso, e embora pareça clichê, pode-se aprender muito com os erros.

E se você está começando com crochê e quer aprender os pontos básicos facilmente, sugiro que visite este post em que os explico passo a passo com os vídeos incluídos.

Espero que tenham gostado do post e o ache útil. Se você acha que pode ser útil para alguém, compartilhe e me faça alcançar mais pessoas, para que eu possa continuar criando conteúdo desse tipo. Para qualquer dúvida ou comentário, eu leio você!

Ah! Siga-me no Instagram e no Youtube, se ainda não o fez!

Um abraço!

Fonte: esta postagem é de NOCTAMBULANDO, onde você pode consultar o conteúdo original.

Criado: